0800 773 1600
Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
Prefeitura Municipal de Tupã
Notícias: Secretarias
12 de Julho de 2017 - CULTURA
Homenagens marcam comemoração dos 85 anos da Revolução Constitucionalista
Por: Assessoria de Comunicação

Autoridades civis e militares, representantes municipais, políticos e familiares de ex-combatentes, participaram no último domingo, 9 de julho, da solenidade em comemoração aos 85 anos da Revolução Constitucionalista de 1932. O evento foi realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a 2ª Companhia da Polícia Militar de Tupã e a Câmara Municipal.

A solenidade é realizada na Praça 9 de Julho, com objetivo de preservar a importância do movimento constitucionalista, iniciado pelos paulistas insatisfeitos com a falta de liberdade e de leis, exigindo do governo getulista a criação de uma constituição para o Brasil.

Abrindo a solenidade, o vice-prefeito Caio Aoqui, leu o manifesto que Julio Marcondes Salgado, Comandante da Força Pública de São Paulo, proferiu em 9 de julho de 1932.

Em seguida o comandante da PM de Tupã, capitão da Polícia Militar, André Luís Collado, elogiou o Poder Executivo pela homenagem que todos os anos é realizada na cidade. “Na nossa região praticamente nenhuma cidade comemora esta data. Vejo em outras cidades a Polícia Militar fazer essa homenagem dentro do quartel, mas não com o envolvimento do poder público, não em área pública, aberto à toda população. O próprio vice-prefeito Caio Aoqui, que estava narrando o manifesto de Júlio Marcondes, foi quem insistiu para que realizássemos esse evento, correu atrás de tudo e realmente se empenhou para que possamos estar aqui, não só homenageando os ex-combatentes que tombaram na Revolução Constitucionalista, mas também preservando um capítulo importantíssimo do país, do nosso estado e também das milhares de famílias que foram afetadas direta ou indiretamente pela revolução . É muito importante que a cidade faça questão de sempre lembrar disso”, comentou.

Collado lembrou ainda que passados 85 anos do movimento constitucionalista a Polícia Militar de São Paulo continua indo para a guerra diariamente para servir à população. “O que a gente tira disso é que o pessoal entende o dever de agir e de que tem que fazer algo pelo próximo. O trabalho no Policial Militar é ajudar os outros”, disse.

 

Homenagens

Durante a solenidade também foram homenageados os policiais que entraram para reserva, incluindo o 2º Tenente Coronel Fernando Marcos Bigeschi, 2º Tenente Rinaldo Fiorani, 2º Tenente Eli Giunco, 2º Tenente Maurílio Vilela Neves, 2º Tenente José Ivair Lopes Tessi, 2º Tenente Márcio Combinato, 2º Sargento.

Também foram homenageados 3º Sargento Osvaldo Ramiro, 3º Sargento Renato Gonzalez Rosa, 3º Sargento Osmidio Fonseca Castilho, 3º Sargento Sérgio Afonso Nicolau, 3º Sargento Vanderlei Garcia Rodrigues e 3º Sargento José Roberto de Mendonça.

Além dos vereadores Cabo e Pastor Castilho e Ninha Fresneda, que entregaram moções de congratulações e certificado de reconhecimento pela carreira dos policiais, a Câmara Municipal também esteve representada pelos vereadores Eduardo “Shigueru” Edamitsu, Charles dos Passos e Meireles.

Em nome do Legislativo, Castilho que também dedicou a vida à PM, relembrou as perdas que os familiares dos soldados sofreram durante a revolução. “Muitos morreram e eu tive o desprazer de socorrer parceiros baleados ao meu lado. Foram enxurradas de sangue de pessoas que desceram a sepultura e deixaram seu marco. Neste mundo, o que fica é aquilo que nós plantamos e por isso fazemos essa homenagem. Se não fossem estes homens, não estaríamos aqui. 

A diretora do Museu Histórico e Pedagógico “Índia Vanuíre”, Tamimi Rayes Borsatto, também esteve presente na solenidade. Ela relembrou a história da Revolução Constitucionalista e os 33 tupãenses que deram a vida pela constituição.

“Desde que eu estou no museu, há 32 anos, essa data é comemorada pelas autoridades do município. Nós recordamos os bravos atos de nossos corajosos cidadãos, que não temeram a morte para conseguir a nossa constituição”.

Tamimi disse que o estopim da Revolução Constitucionalista foi a morte dos estudantes Mário Martins de Almeida, Euclides Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Camargo de Andrade. “A sigla M.M.D.C., remete às iniciais dos nomes pelos quais os estudantes mortos eram conhecidos. Transformou-se no símbolo do movimento. Eles morreram durante a tentativa de invasão da sede de um jornal favorável ao regime varguista”, explicou.

Representando o Tiro de Guerra, o sargento Antônio Carlos Santos Júnior homenageou o trabalho dos policiais e falou sobre a experiência que os atiradores tiveram recentemente no Bairro São Martinho, participando de uma instrução com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

“Eles puderam sentir na pele o que um policial passa no dia a dia. Os jovens sofreram, mas estão aí vencedores. Que eles se lembrem de que dormiram molhados, cheiraram gás lacrimogêneo, mas que saíram vitoriosos de lá”.            

A população que prestigiava o evento vibrou quando o sargento informou que um dos atiradores foi aprovado na Polícia Militar. “Nós temos um atirador que foi aprovado na PM e que no final do ano trocará a farda do exército pela da polícia. Estamos muito contentes”.

O vice-prefeito Caio Aoqui, agradeceu a presença de todos no evento. “Nós gostaríamos de agradecer e registrar a presença do prefeito Ricardo, que nos deu todo apoio para desenvolver essa solenidade, do Capitão André Luís e todos os policiais militares, Sargento Júnior, o delegado Dr. Hauy, o coronel na reserva Fernando Bigeschi, vereadores Cabo Castilho, Antônio Carlos Meirelles, Ninha Fresneda, Eduardo Edamitsu e Charles dos Passos, Dr. Mário Vieira dos Santos do COMTUR, a Tamimi, as famílias dos ex-combatentes, os empresários, a Orquestra Municipal Maestro Júlio de Castro e a população”.

O prefeito Ricardo Raymundo destacou a importância do trabalho dos policiais. “Se hoje estamos com um país mais justo e democrático é devido às pessoas que deram sua vida para isso. Quero cumprimentar a todos que receberam a homenagem. É um reconhecimento ao trabalho que prestam em nossa cidade. Se temos qualidade de vida em tupã é mérito é do trabalho da polícia”.

 Ricardo parabenizou a Secretaria Municipal de Cultura pela organização do evento. “Quero parabenizar o Caio e todos os funcionários da Cultura, que ajudaram. Parabéns a Orquestra que está sempre presente em nossos eventos, ao Sargento Júnior pela estrutura que o TG tem hoje. Cumprimento ainda a todos das polícias Militar e Civil, aos familiares e atiradores”, concluiu.

 
 
  Tupã
História
Aspectos Geográficos
Vias de Acesso
Perfil da Cidade
Distritos
Qualidade de Vida
Bienal do Verde
Fale Conosco
 
  Veja também: vídeos
Prefeitura contabiliza prejuízos causados pela chuva em Tupã, SP
abrir vídeo +
 
 
  Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000

0800 773 1600
 
Home / Principal
Cadastre-se
Links úteis
Fale Conosco
 
   
  © 2017 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px