0800 773 1600
Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
Prefeitura Municipal de Tupã
Notícias: Secretarias
01 de Novembro de 2017 - GOVERNO
Tupã melhora todos indicadores do Índice de Responsabilidade Social
Por: Assessoria de Comunicação

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e a Fundação Seade divulgaram no final de outubro os resultados da 9ª edição do Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS).

O elaborado pela Fundação Seade em parceria com o Instituto Legislativo Paulista (ILP), o levantamento tem como objetivo avaliar a qualidade de vida nos municípios paulistas e fornecer subsídios para os gestores na formulação de políticas públicas.

Inspirado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), da Organização das Nações Unidas (ONU), o IPRS é divulgado a cada dois anos, analisando indicadores de riqueza, longevidade e escolaridade para fazer um raio-X de cada um dos 645 municípios paulistas.

O novo IPRS, elaborado com base nos indicadores de 2014, mostra que Tupã apresentou grande avanços em todos os setores analisados pela pesquisa. No indicador Riqueza, Tupã atingiu o escore 37, um a mais que o índice anterior.

O melhor desempenho se deve ao comportamento das variáveis que compõem o indicador, como o consumo anual de energia elétrica por ligação no comércio, na agricultura e nos serviços, que aumentou de 14,18 MWh para 14,91 MWh; enquanto o consumo anual de energia elétrica por ligação residencial passou de 2,27 MWh para 2,42 MWh.

O IPRS revelou também que rendimento médio do emprego formal entre 2012 e 20145 cresceu de R$ 1.493 para R$ 1.585, enquanto o valor adicionado fiscal per capita cresceu de R$ 10.183 para R$ 10.940.

Outro importante avanço foi no indicador Longevidade, onde a nota de Tupã passou de 64 para 70 pontos. O ótimo desempenho se deve principalmente pela redução em todas as taxas de mortalidade.

Segundo os dados, Tupã reduziu a taxa de mortalidade infantil (por mil nascidos vivos) de 10,89 para 8,57. A taxa de mortalidade perinatal (por mil nascidos) também caiu, passando de 19,19 para 15,18.

Já a taxa de mortalidade das pessoas de 15 a 39 anos (por mil habitantes) diminui de 1,47 para 1,40; enquanto a taxa de mortalidade das pessoas de 60 a 69 anos (por mil habitantes) foi reduzida de 17,34 para 15,62.

Tupã também se destacou no indicador Escolaridade, que passou de 54 para 58 pontos. Apesar da queda na taxa de atendimento escolar de crianças de 4 e 5 anos, que variou de 94,2% para 87,8%; a média da proporção de alunos do 5º ano do ensino fundamental da rede pública que atingiram o nível adequado nas provas de português e matemática cresceu de 44,4% para 52,5%.

Além disso, a média da proporção de alunos do 9º ano do ensino fundamental da rede pública, que atingiram o nível adequado nas provas de português e matemática aumentou de 19,1% para 21,9%. Outro dado positivo foi a redução do porcentual de alunos com atraso escolar no ensino médio, que caiu de 10,1% para 7,7%.

 

Classificação

Através da análise dos resultados, o Índice Paulista de Responsabilidade Social divide os municípios em cinco grupos, de acordo com seu desempenho.  O Grupo 1, formado pelos chamados “municípios-pólo”, é composto por municípios de grande porte ou que apresentam longevidade média ligeiramente superior à média do Estado e níveis médios de riqueza municipal e escolaridade superiores aos estaduais.

O Grupo 2 inclui os municípios economicamente dinâmicos e de baixo desenvolvimento social, que apresentam relativa riqueza municipal e precárias condições de longevidade e escolaridade. Ou seja, são municípios com pujança econômica e ritmo de crescimento demográfico, mas com precários indicadores sociais.

Já o Grupo 3 é formado pelos municípios saudáveis e de baixo desenvolvimento econômico, que geralmente são de pequeno porte, baixo nível de riqueza municipal, mas escolaridade próxima ou acima da média e elevada condição de longevidade, quando comparado ao restante do Estado de São Paulo.

O Grupo 4 é formado por municípios de baixo desenvolvimento econômico e em transição social, que se encontravam em melhores condições, mesmo estando naquelas áreas consideradas menos dinâmicas do Estado de São Paulo. Estes municípios foram denominados "de baixo desenvolvimento econômico e em transição social" porque, apesar do seu baixo nível de riqueza municipal, puderam lograr um significativo avanço em alguns campos da área social, particularmente no caso do indicador de longevidade.

Fechando a classificação, o Grupo 5 conta com municípios de baixo desenvolvimento econômico e social, localidades tradicionalmente pobres, caracterizadas, simultaneamente, pelos baixos níveis de riqueza municipal, longevidade e escolaridade. Para todas as dimensões consideradas, o nível destes municípios é significativamente inferior à média do Estado.

Com os resultados positivos obtidos em todos os indicadores, Tupã, que em 2012 pertencia ao Grupo 4, passou a integrar os municípios Grupo 3. Acompanhe no quadro a evolução de Tupã nos índices de 2008 a 2014.

 

EVOLUÇÃO DE TUPÃ NO ÍNDICE PAULISTA DE

RESPONSABILIDADE SOCIAL (IPRS) 2008-2014

INDICADORES/ANO

2008

2010

2012

2014

RIQUEZA

31

34

36

37

LONGEVIDADE

55

52

64

70

ESCOLARIDADE

38

52

54

58

GRUPO IPRS

5

4

4

3

 
 
  Tupã
História
Aspectos Geográficos
Vias de Acesso
Perfil da Cidade
Distritos
Qualidade de Vida
Bienal do Verde
Fale Conosco
 
  Veja também: vídeos
Prefeitura contabiliza prejuízos causados pela chuva em Tupã, SP
abrir vídeo +
 
 
  Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000

0800 773 1600
 
Home / Principal
Cadastre-se
Links úteis
Fale Conosco
 
   
  © 2017 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px