0800 773 1600
Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
Prefeitura Municipal de Tupã
Notícias: Secretarias
05 de Março de 2018 - Turismo
Alunos de Pompéia realizam pesquisa sobre imigração Leta em Varpa
Por: Assessoria de Imprensa

O distrito de Varpa recebeu nesta semana cerca de 60 alunos da escola “Fundação Shunji Nishimura”, da cidade de Pompéia. A visita faz parte do projeto pedagógico “O que nos Move”, criado pelo próprio colégio e que comemora os 30 anos da escola, fundada pelo imigrante japonês Shunji Nishimura, que também foi o fundador do Grupo Jacto.

Através do projeto os alunos pesquisam o que levou outros povos a imigrarem para o Brasil. Durante a visita em Varpa, os grupos de alunos puderam conhecer o Museu dos Pioneiros "Janis Erdbergs", o Rancho dos Defumados, a Fazenda Palma, além de degustar a gastronomia típica dos Letos no Restaurante dos Imigrantes, entre outros pontos turísticos.

De acordo com a coordenadora pedagógica, Patrícia Kera Iwamoto, o projeto, que é bimestral, abordará neste bimestre a cultura da Letônia e a saga da imigração dos Letos para o Brasil.

“O projeto é realizado em várias etapas para que no final os alunos possam responder, por meio de exposição para toda a escola, o que moveu os imigrantes a saírem de seu país de origem para enfrentar e superar o desconhecido, num mundo em condições completamente adversas às que estavam habituadas, que é o Brasil”, contou.

Segundo a coordenadora pedagógica, para experimentar um pouco do que os imigrantes passaram, os alunos vivenciaram diversas situações, até chegarem ao distrito de Varpa para experimentar a cultura, gastronomia e ouvir mais histórias sobre o povo Leto.

“Na primeira etapa do projeto, alunos de 6º ao 9º ano vivenciaram diversas situações. Com os pés no chão, olhos vendados numa sala escura, aclimatada numa temperatura baixa, ouvindo sons de situações de guerra, de conflitos de diferentes ordens. Em seguida, foram levados a uma sala de ambiente tranquilo, em temperatura agradável ao corpo acostumado ao clima brasileiro. Eles puderam expor as sensações que experimentaram nas duas situações e ao se colocar no lugar de pessoas que deixam seu lugar de origem em busca de outros, para viver, ou seja, mesma situação que os Letos viveram”, contou.

Ela contou ainda que através do projeto, cerca de 60 alunos vieram até Varpa para conhecer mais sobre a cultura dos Letos, assim como a arquitetura do distrito e costumes mantidos pelos descendentes.

“Dividido em pequenos grupos, na quarta e quinta-feira (28/02 e 01/03), os alunos visitaram o distrito, conheceram as tradições do povo Leto, a gastronomia, a arquitetura dos grandes casarões que ainda permanecem em Varpa, entre outros pontos turísticos”, afirmou.

Para finalizar, a professora agradeceu a receptividade dos moradores do distrito, da Secretaria Municipal de Turismo e também a ajuda de parceiros que colaboraram para a realização do roteiro para os alunos. Na oportunidade, ela contou que o projeto será concluído no final de abril, com uma exposição de fotos, receitas típicas e também sobre o que os alunos aprenderam sobre a cultura, arquitetura e tradição do povo Leto.

“Para conclusão desse projeto, que é bimestral, faremos em abril uma exposição onde os alunos mostrarão por meio de fotos, receitas e depoimentos, as dificuldades encontradas por esses imigrantes no Brasil, além de contar o que eles tiveram que passar e o que o Brasil oferece hoje graças as tradições trazidas da Letônia por esses imigrantes. Gostaria de agradecer a recepção da Secretaria de Turismo, que nos ajudou com o roteiro e também agradecer aos moradores do distrito, que contaram histórias e abriram as portas de suas residências para mostrar suas tradições”, relevou.

Segundo o vice-prefeito e também secretário municipal de Turismo, Caio Aoqui, parabenizou o trabalho realizado pela Fundação Shunji Nishimura e destacou a importância do projeto pedagógico, que fomenta o turismo local, abordando a cultura dos imigrantes da Letônia e conta a origem e fundação do distrito de Varpa, que faz parte do roteiro turístico de Tupã.

“Ficamos muito felizes com a proposta da escola Shunji Nishimura, de Pompéia. Sem dúvida, será uma experiência muito rica para os alunos e também fomenta o turismo histórico e pedagógico da nossa região, que é basicamente fundada por imigrantes de todas as localidades do mundo. É uma honra para nós, de Tupã, ter o povo Leto representado em um trabalho pedagógico e o distrito de Varpa ser escolhido para ser roteiro desse projeto. Gostaria de parabenizar a escola pela iniciativa e dizer que Tupã estará sempre de portas abertas para novos projetos como este”, completou.

 
 
  Tupã
História
Aspectos Geográficos
Vias de Acesso
Perfil da Cidade
Distritos
Qualidade de Vida
Bienal do Verde
Fale Conosco
 
  Veja também: vídeos
Prefeitura contabiliza prejuízos causados pela chuva em Tupã, SP
abrir vídeo +
 
 
  Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000

0800 773 1600
 
Home / Principal
Cadastre-se
Links úteis
Fale Conosco
 
   
  © 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px