0800 773 1600
Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
Prefeitura Municipal de Tupã
Notícias: Secretarias
28 de Maio de 2018 - SAÚDE
CCZ reforça busca ativa por leishmaniose em humanos e animais
Por:

A Secretaria Municipal de Saúde está intensificando o controle e prevenção da leishmaniose em Tupã. A doença, que atinge principalmente o cão doméstico e os seres humanos é transmitida pelo mosquito palha.

Em 2017, foram confirmados três casos (sem óbitos) de leishmaniose em humanos, sendo duas do tipo visceral e um caso tegumentar, que causa feridas na pele e nas mucosas do corpo. Já neste ano, o número cresceu e foram registrados 4 casos de leishmaniose visceral, sendo que em um deles, o paciente veio à óbito.

O caso mais recente foi registrado na última sexta-feira (25) pelo Instituto Adolpho Lutz de Marília. O jovem de 20 anos, morador do Parque Dom Bosco, está internado no Hospital Santa Casa de Misericórdia, aos cuidados do médico infectologista Douglas Batista.

O Centro de Controle de Zoonoses, que realiza rotineiramente a busca ativa por sintomas da doença em humanos e animais, irá intensificar as ações no bairro onde reside o paciente.

De acordo com o responsável pelo CCZ, Robison Luis Pereira, a população também deve se empenhar em manter os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito palha, transmissor da leishmaniose.

“É importante manter os quintais limpos, livres de materiais em decomposição, não reutilizar de restos de alimentos como adubo, recolher folhas, frutos e fezes de animais”, orienta.

 

Diagnóstico da doença

 

O diagnóstico precoce é fundamental para evitar complicações que podem pôr em risco a vida do paciente. Além dos sinais clínicos, existem exames laboratoriais para confirmar o diagnóstico. Entre eles destacam-se os testes sorológicos (Elisa e reação de imunofluorescência), e de punção da medula óssea para detectar a presença do parasita e de anticorpos.

É de extrema importância estabelecer o diagnóstico diferencial, porque os sintomas da leishmaniose visceral são muito parecidos com os da malária, esquistossomose, doença de Chagas, febre tifóide, etc.

 

Tratamento

 

Ainda não foi desenvolvida uma vacina contra a leishmaniose visceral, que pode ser curada nos homens, mas não nos animais.

Os antimoniais pentavalentes, por via endovenosa, são as drogas mais indicadas para o tratamento da leishmaniose. Em segundo lugar, está a anfotericina B. A regressão dos sintomas é sinal de que a doença foi controlada, uma vez que pode recidivar até seis meses depois de terminado o tratamento.

 
 
  Tupã
História
Aspectos Geográficos
Vias de Acesso
Perfil da Cidade
Distritos
Qualidade de Vida
Bienal do Verde
Fale Conosco
 
  Veja também: vídeos
Prefeitura contabiliza prejuízos causados pela chuva em Tupã, SP
abrir vídeo +
 
 
  Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000

0800 773 1600
 
Home / Principal
Cadastre-se
Links úteis
Fale Conosco
 
   
  © 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px