Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000
0800 773 1600
 
Prefeitura Municipal de Tupã  
Educação
25 de Maio de 2015 - EDUCAÇÃO
Escolas municipais participam da Olimpíada Brasileira de Robótica
Por: Assessoria de Comunicação

A Olimpíada Brasileira de Robótica de 2015 encerrou suas inscrições para o evento com um total de aproximadamente 190 equipes, sendo que 6 equipes são do município de Tupã, representando nossa cidade na Olimpíada.

A primeira etapa da competição acontece no próximo dia 13 de junho na cidade de São Carlos, no campus da USP. O evento tem o objetivo de estimular o interesse pela robótica e promover a difusão de conhecimentos básicos de forma lúdica e cooperativa.

As escolas municipais estão com o projeto de robótica inserido na rede municipal desde junho de 2013. Atualmente, as aulas são desenvolvidas nas escolas Governador Mário Covas e João Geraldo Iori, para as turmas de 4º e 5º anos do ensino fundamental.

Nas escolas, os alunos contam com as aulas de robótica integradas à disciplina de matemática, com foco no material do EMAI (Educação Matemática nos Anos Iniciais), além de terem disponíveis os livros didáticos oferecidos pela PETE, com temas interdisciplinares e também os temas transversais Meio Ambiente e Trânsito.

Os professores recebem orientação e acompanhamento semanal, por meio de visitas realizadas às escolas pelo assessor pedagógico da PETE, professor Ângelo Jorge, além de participarem de encontros de formação em robótica educacional uma vez por mês na sede da Secretária Municipal de Educação.

Foram disponibilizadas ainda três turmas na modalidade Projeto, sendo que duas delas têm aulas na Secretaria Municipal de Educação, atendendo a uma média de 30 crianças por turma nos Projetos Paz, Fepasa e CEI. A terceira turma acontece às sextas-feiras, na Escola Gino Bolognesi, no distrito de Parnaso.

A prefeitura acredita que a inserção da tecnologia em sala de aula, por meio da robótica pedagógica, é mais uma ferramenta de apoio fundamental para o professor e, acima de tudo, aos alunos envolvidos no projeto, que passam a contar com uma nova e motivadora oportunidade para a aprendizagem.

A Olimpíada estabelece uma missão aos competidores, que devem cumpri-la construindo e programando um robô capaz de executar a tarefa proposta. A missão simula uma área de desastre natural, na qual há uma vítima que deve ser resgatada pelo robô. Os alunos devem montar um robô que possa seguir por um caminho sinuoso, não conhecido previamente, superando obstáculos no caminho (paredes, gap, redutores de velocidade e rampa).

A arena onde acontece a competição é composta por três salas e uma rampa, sendo que na última sala o robô deve identificar a vítima (simbolizada por uma bola de isopor, coberta com papel alumínio). Ao encontrar a vítima, depois de ter superado os obstáculos no caminho, o robô deve acionar luzes e emitir um sinal sonoro. Feito isso, a missão é considerada cumprida e a equipe receberá a pontuação de acordo com os acertos ou erros cometidos durante a competição.

Cada equipe de alunos realiza três rodadas em arenas diferentes, sendo uma rodada em arena considerada de fácil execução, outra com nível médio e, finalmente, uma arena com nível maior de dificuldade.

Ao término da última rodada, será descartada a menor das três notas recebidas em cada rodada, sendo computados os pontos das duas melhores rodadas da equipe. Para a classificação, inicialmente é considerado o total de pontos obtidos e, caso ocorra empate, será classificada a equipe que executou as rodadas em menor tempo.

 

Montagem e treinos

Os alunos da rede municipal de ensino estão recebendo aulas especiais no contra turno de estudo, para montagem e programação do robô. As aulas de orientação e treinamento ocorrem no CEI, com um profissional da empresa PETE - Educação com Tecnologia, às quartas-feiras e aos sábados durante o mês de maio.

No mês de junho, os alunos farão treinos três vezes por semana para a competição. Nos treinos, além de montar o robô para participar da competição, os alunos aprendem também importantes conceitos de programação, para que possam controlar cada um dos sete sensores que serão instalados no robô. Os treinos ajudam os alunos a corrigirem erros de calibragem dos sensores, além de prepará-los para a competição com as outras cidades do estado de São Paulo.

 

POSTAGENS RELACIONADAS
20/05/2015 - Instituto Federal vai realizar curso de Atendimento ao Cliente
12/05/2015 - EMEIEF Jardim Nossa Senhora de Fátima realiza homenagem ao Dia das Mães
06/05/2015 - Professores e gestores discutem os rumos da adequação curricular
05/05/2015 - Educação de Jovens e adultos e a importância do planejamento
24/04/2015 - EMEIEF "Sônia Jerônimo" visita Museu "Índia Vanuíre"
24/04/2015 - Alunos da rede municipal aprendem sobre impacto do lixo na natureza
16/04/2015 - Formação para professores do Ensino Infantil e de Arte
16/04/2015 - Curso de inclusão digital prorroga as inscrições até próximo dia 22
15/04/2015 - Creches realizam atividades de Ciências
14/04/2015 - Alfabetização na Educação Infantil ajuda no processo de aprendizagem das crianças
 
ÚLTIMAS GALERIAS
Encontro da Undime
abrir galeria +
Projeto Crescer - Fepasa
abrir galeria +
Festa Junina das Unidades de Educação
abrir galeria +
 
ÚLTIMAS VÍDEOS
Educação: Alunos aprendem a se comunicar pela linguagem de sinais em escola de Tupã
abrir vídeo +
 
 
 
  Educação
Av. Universitários, 145
Jardim Ipiranga
CEP: 17607-220 - Tupã / SP
Contato: (14) 3404-3550
seducemef@tupa.sp.gov.br
Conheça o secretário
ENDEREÇOS DAS ESCOLAS MUNICIPAIS
PROJETO ESCOLA DE SEGUNDO TURNO
CMEI Centro Municipal de Educação Infantil (creche)
AÇÕES DE 2013

Dr. Marcos Roberto Leite

Fale Conosco
 
 
  Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Fone: (14) 3404-1000

0800 773 1600
 
Home / Principal
Cadastre-se
Links úteis
Fale Conosco
 
   
  © 2015 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px