Ricardo agradece apoio da Câmara para instalação das Residências Terapêuticas - Prefeitura de Tupã

NOTÍCIAS


Ricardo agradece apoio da Câmara para instalação das Residências Terapêuticas

10 de Agosto de 2017 - GABINETE

Por: Assessoria de Comunicação


Ricardo agradece apoio da Câmara para  instalação das Residências Terapêuticas

O prefeito Ricardo Raymundo a agradeceu o apoio dos vereadores, que na sessão camarária desta segunda-feira aprovaram o Projeto de Lei 36/2017, autorizando a prefeitura a firmar convênio com o Consórcio Regional Intermunicipal de Saúde (CRIS) para a instalação de 15 Residências Terapêuticas em Tupã.

De acordo com o chefe do Executivo, com a aprovação do projeto a prefeitura vai firmar convênio com o Consórcio Regional Intermunicipal de Saúde (CRIS) para a contratação de 135 profissionais para a abertura e funcionamento das 15 casas de Residência Terapêutica, além de 3 cargos para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Serão ao todo 90 cargos de Cuidador em Residência Terapêutica, 15 cargos de Técnico de Enfermagem em Residência Terapêutica, 15 cargos de Cozinheiro em Residência Terapêutica, 15 cargos de Auxiliar de Atividades Gerais em Residência Terapêutica. Além disso, será criados 1 cargo de Técnico Educacional e 2 cargos de Auxiliar Administrativo para atuar no CAPS.

  “Quero agradecer imensamente aos vereadores pela aprovação do projeto que autoriza a prefeitura a firmar convênio com o Consórcio CRIS para a contratação dos profissionais necessários para a instalação e funcionamento das residências terapêuticas e do CAPS em nossa cidade”.

Ricardo destacou também que a aprovação do projeto possibilitará não só que os pacientes que eram assistidos por instituições psiquiátricas continuem sendo atendidos com dignidade, mas também o cumprimento do acordo firmado na administração anterior entre a prefeitura e a justiça.

“Tínhamos a obrigação de instalar essas Residências Terapêuticas tanto para garantir um atendimento humanizado e de qualidade ao pacientes psiquiátricos quanto para cumprir o acordo firmado entre pelo governo anterior e a Justiça, onde a prefeitura se comprometeu a instalar essas casas dentro de um prazo determinado”, afirmou.

Ainda se acordo com Ricardo, para atender esse acordo herdado da administração anterior, a prefeitura elaborou um projeto de criação de cargos objetivando a instalação dessas Residências Terapêuticas. A proposta, que foi discutido amplamente pela Câmara Municipal, foi inicialmente rejeitada pelos vereadores o projeto.

Para resolver o impasse os três poderes, Executivo, Judiciário e Legislativo se reuniram para buscar o entendimento necessário para a implantação das Residências Terapêuticas. “Juntamos forças o Poder Judiciário, os vereadores representando o Poder Legislativo e nós do Poder Executivo e chegamos a um consenso para a melhor condução do projeto. Isso mostra o poder da Democracia e do diálogo. Com a orientação do Poder Judiciário, a prefeitura elaborou um novo projeto e encaminhou para a Câmara Municipal, que assumiu com total seriedade a competência de discutir e votar os projetos e as necessidades da cidade e da população. Por isso agradeço muito mesmo aos vereadores que se empenharam para que esse projeto fosse aprovado, bem como à Mesa Diretora da Câmara, que sempre esteve atento à necessidade da aprovação desta lei”, agradeceu.

 

Importância das Residências Terapêuticas

A necessidade de implantação das Residências Terapêuticas surgiu com o fechamento do Instituto Psiquiatria Tupã (IPT), que deixou dezenas de pacientes desamparados.

Para garantir total assistência a esses pacientes a prefeitura decidiu adotar o modelo das Residências Terapêuticas, que vem de encontro com a política de saúde mental de desinstitucionalização e fechamento de leitos hospitalares psiquiátricos, defendida pelo governo federal.

A primeira unidade foi instalada em dezembro de 2015, na avenida Tapuias e atende 10 pacientes, todos ex-moradores do IPT. Além de oferecer um espaço adequado para que possam viver com dignidade, autonomia e qualidade de vida, Residência Terapêutica, disponibiliza uma equipe de 12 funcionários, incluindo técnico de enfermagem, psicólogo, cozinheira, auxiliar de limpeza e vários cuidadores, que se revezam em regime de plantão para garantir assistência e acompanhamento 24 horas aos pacientes.

Através da Residência Terapêutica esses pacientes vivem de forma diferenciada da instituição asilar, como se fossem moradores comuns vivendo dentro de uma residência comum, mas com toda assistência e acompanhamento necessários.

Além de toda estrutura oferecida aos pacientes-moradores, outro diferencial neste tipo de atendimento é que os assistidos mantém uma rotina diária de atividades, similar à rotina de um lar.





LEIA TAMBÉM


Tupã





Veja Também: Vídeos


Reconstrução passagem de águas fluviais Bairro Granada Tupã/SP
abrir vídeo +
Heal the World - Orquestra Maestro Julio de Castro
abrir vídeo +
Beyond The Blue Horizon - Orquestra Municipal Maestro Júlio de Castro
abrir vídeo +


Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Centro - 17600-380
Fone: (14) 3404-1000

Ouvidoria:
  0800 773 1600
  14 99876 9353

Prefeitura Municipal de Tupã © 2019