Tupã confirma terceiro caso de leishmaniose em humano - Prefeitura de Tupã

NOTÍCIAS


Tupã confirma terceiro caso de leishmaniose em humano

10 de Maio de 2019 - SAÚDE

Por: Assessoria de Imprensa


Tupã confirma terceiro caso de leishmaniose em humano

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor do Centro de Controle de Zoonoses, confirmou nesta quinta-feira (9), o terceiro caso de leishmaniose visceral em ser humano. A paciente de 58 anos é moradora da zona sul da cidade.

É importante destacar que diversas ações contra o mosquito palha estão sendo realizadas nos bairros da cidade através do mutirão de limpeza “Perder para um mosquito é o fim da picada”, resultando em quantidades significativas de materias inservíveis retirados dos locais.

O Responsável pelo Centro do Controle de Zoonoses, Robson Luis, falou sobre os casos confirmados. “Infelizmente já confirmamos três casos de leishmaniose. Ficamos surpresos com os casos por ser em bairros que já realizamos o mutirão de limpeza”, disse.

Robson destaca ainda que a leishmaniose não escolhe idade, sexo, renda. “Mesmo diante do alto número de casos de dengue, não esquecemos de forma alguma a questão da leishmaniose, todos devem estar em alerta sobre essa doença que exige muita atenção, pois temos essa transmissão tanto em cães quanto em seres humanos”, falou.

O Centro de Zoonoses informa que mantém uma rotina de trabalhos que previnem a propagação de leishmaniose no município e que será realizada outra intensificação nos bairros justamente para dar um respaldo para as famílias.

Vale ressaltar que nosso município é contemplado com o teste rápido para humanos o que diminui o processo de diagnóstico, evitando transtornos de espera.

 

Transmissão

A Leishmaniose Visceral é transmitida por meio da picada de insetos conhecidos popularmente como mosquito palha, asa-dura, tatuquiras, birigui, dentre outros. Estes insetos são pequenos e têm como características a coloração amarelada ou de cor palha e, em posição de repouso, suas asas permanecem eretas e semiabertas.

A transmissão acontece quando fêmeas infectadas picam cães ou outros animais infectados, e depois picam o homem, transmitindo o protozoário Leishmania chagasi, causador da Leishmaniose Visceral.

Apesar de grave, a Leishmaniose Visceral tem tratamento para os humanos. Ele é gratuito e está disponível na rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Sintomas

            Doença infecciosa sistêmica, os principais sintomas da doença são:

  • Febre de longa duração;
  • Aumento do fígado e baço;
  • Perda de peso;
  • Fraqueza;
  • Redução da força muscular;
  • Anemia.




LEIA TAMBÉM


Tupã





Veja Também: Vídeos


Reconstrução passagem de águas fluviais Bairro Granada Tupã/SP
abrir vídeo +
Heal the World - Orquestra Maestro Julio de Castro
abrir vídeo +
Beyond The Blue Horizon - Orquestra Municipal Maestro Júlio de Castro
abrir vídeo +


Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP
Praça da Bandeira, 800 - Centro - 17600-380
Fone: (14) 3404-1000

Ouvidoria:
  0800 773 1600
  14 99876 9353

Prefeitura Municipal de Tupã © 2019